HISTÓRIA E ESSÊNCIA DA EDUCAÇÃO OCIDENTAL

Patrick Francis Mullany
KIRION

54,90

Sob encomenda
10 dias


Esta nova edição dos ensaios do Irmão Azarias é uma interessante história do crescimento e desenvolvimento das instituições educacionais sob a mão orientadora da Igreja. [...] Em estilo clássico, com a facilidade e a graça resultantes de um conhecimento profundo do assunto tratado, ele esboça, com mãos de mestre, os esforços de nossos antepassados no processo de ensino e os métodos adotados para realizar seu objetivo louvável. Para muitos, será uma surpresa saber que a educação dos jovens era uma questão de grande preocupação para os bispos e padres da chamada Idade das Trevas. — Cardeal GibbonsO Irmão Azarias, como educador cristão e guia do pensamento, prestou um serviço tão importante aos jovens de nossa geração que merece sua gratidão eterna. A republicação de seus escritos, sendo o monumento mais apropriado para ele, irá transformá-lo num benfeitor para as gerações vindouras. — Dom John Joseph KeaneSobre o autor:Patrick Francis Mullany (1848–1893) nasceu em Killenaule, na Irlanda. Sua família emigrou para os eua em 1850, e se instalou em Deerfield, Nova York. Ele estudou na Academia dos Irmãos das Escolas Cristãs em Utica, e em 1862 ingressou como noviço nessa mesma congregação, assumindo o nome religioso Irmão Azarias. Em 1866 foi convidado para lecionar matemática e literatura no Rock Hill College, em Ellicott City, Maryland, do qual mais tarde foi diretor (1879–1886). Depois de dois anos na Europa, em 1888 tornou-se professor de literatura no De La Salle Institute, em Nova York. Um dos intelectuais mais proeminentes e elogiados do mundo católico em sua época, escrevia freqüentemente, entre outras publicações, para a Catholic Quarterly Review, e dentre seus ensaios destaca-se especialmente Aristotle and the Christian Church. Após sua morte, em Plattsburgh, muitos de seus escritos foram reunidos em três volumes — Essays Educational, Essays Philosophical e Essays Miscellaneous —, de onde foram selecionados os oito textos que compõem o livro que o leitor tem em mãos.