EDUCAR PELA RECREAÇÃO

Schmidt, Maria Junqueira
LICEU

54,90

Estoque: 5

Devemos desenvolver em nossos filhos atitudes construtivas que possibilitem superior ajustamento à vida, como sejam: saber assumir responsabilidade; conseguir autossuficiência; ter o gosto da iniciativa; ser capaz de autoexpressão; adaptar-se satisfatoriamente aos grupos; amar a coragem; cultivar o ser interior.  Para tal, é preciso que o lar e a escola satisfaçam os interesses profundos através do brinquedo, da aprendizagem e do trabalho. Até aos sete anos a criança é um ser que brinca; mas dos sete em diante, ainda brinca, porém, é também máquina-de-aprender e de trabalhar. A necessidade de autoexpressão é mais premente ainda que a necessidade de sobrevivência. Ela se satisfaz nas atividades criadoras, proporcionando expansão às idéias e aos sentimentos, possibilitando assimilar alegrias e eliminar as frustrações de cada dia. Realiza-se também pela satisfação das curiosidades próprias de cada idade e da necessidade de esforço, bem como pela integração nos grupos através de atividades recreativas e socioculturais. Esse programa deve ter em mira a autossuficiência, isto é, a libertação da tutela da família sem choques nem rompimento. Por isso mesmo, é essencial que essa atuação se faça num ambiente em que alternem judiciosamente liberdade e autoridade. É o direito de escolha que leva a autoafirmação. Se dermos às nossas crianças responsabilidades compatíveis com a idade, com caráter de jogo-trabalho, se estimularmos a coragem em todas as situações, mesmo as mais banais, conseguiremos obra de realização plena do eu.