O drible da vaca

Prata, Mario
RECORD

49,90

Estoque: 12

Mario Prata comemora sessenta anos de carreira em um divertido romance sobre o mito de origem do esporte mais amado do Brasil. O que você sabe sobre a origem do futebol? Inventado pelos ingleses, o que o liga a chineses e florentinos? Como se calcula o tamanho do gol, quem teve a brilhante ideia de usar a bola, como foram criadas as regras fundamentais do esporte mais popular do mundo? E afinal, o que a sala de maconha – que existe mesmo no Palácio de Buckingham! – tem a ver com essa história?Pa ra contá-la, trocando passes entre o real e o imaginário, mesclando personagens históricos e fictícios em improváveis tabelinhas, Mario Prata nos transporta para a Universidade de Cambridge, na Inglaterra de 1859, usando como narrador um tal John H. Watson — ainda apenas um professor de Educação Física, mas que anos depois ficaria mundialmente conhecido como o futuro parceiro de Sherlock Holmes.Revelando detalhes sobre os primórdios do futebol que nem os britânicos conhecem, e turbinando-os com privilegiado senso de humor, O drible da vaca combina imaginação livre e pesquisa profunda, inspiração e transpiração. O resultado é um gol de placa, que diverte e surpreende a todos. “O livro é genial. Só tem um defeito: não fui eu que escrevi!” – J ô Soares“Um barato o livro, uma delícia! Tem apelo em vários sentidos. Sarah, a protagonista feminina, rouba a cena, e não é a bola.” – Pedro Bial“Espetacular! Incrível o trabalho de pesquisa! E a parte em que o autor viaja na ficção é maravilhosa.” – Reginaldo Leme“Impossível sair indiferente, se não estupefato, da leitura deste livro: uma goleada literária como faz tempo não se via pelos gramados do mundo.” – Juca Kfouri“Adorei. Texto delicioso, humor refinado, boas sacadas com os nomes de pe rsonagens, os personagens históricos... O livro é muito bom!” – Milton Leite “A ideia de transformar Watson, Wake e outros em personagem é fantástica. A forma escolhida pra narrar o nascimento do esporte é encantadora, espirituosa, com sacadas geniai s como a da doula. Adorei como o autor atravessa a história para contar sua motivação em narrá-la.” – Giovana Madalosso“Mario Prata marca seu melhor gol de placa!” – Fernando Morais